Como ganhar dinheiro com o RenovaBio?

0
407

renovabio

O RenovaBio foi aprovado como lei no final de 2017 e promete ser um grande avanço para o setor dos biocombustíveis, mas fica a pergunta para todo mundo que rodeia esse setor: Como ganhar dinheiro com o RenovaBio?

Como em diversas outras oportunidades, para ganhar, é preciso enxergar o RenovaBio pela sua essência. Pela primeira vez será feito um programa de incentivo financeiro no país para biocombustíveis olhando-se o ponto de vista ambiental. O RenovaBio é uma ferramenta de compensação financeira para a emissão de gases de efeito estufa, como qualquer pressão financeira, incentiva-se a produção, comercialização e uso de biocombustíveis. É preciso atentar-se que não é um programa exclusivo para o mercado interno, porém a pegada de carbono dos biocombustíveis produzidos em solo nacional tende a ser menor pois a distância de transporte é menor e a fonte também.

Como é possível ganhar dinheiro se apenas o produtor e comercializador serão beneficiado com os CBios? Minha opinião é que não basta uma visão rasa para lucrar-se nas operações de CBios. Com a instalação do programa, toda a cadeia irá ganhar. Como todo o etanol brasileiro e grande parte do biodiesel tem origem vegetal, toda a cadeia de produção agrícola também será impactada. Todos os serviços ecossistêmicos serão essenciais para que a pegada de carbono diminua (entenda o que é pegada de carbono) e consequentemente aquele combustível tenha mais créditos para sua comercialização. Com uma economia no setor bem aquecida, toda a cadeia é impactada.

Além disso, além dessa visão de que toda a cadeia estará pujante, é necessário imaginar em como uma economia de baixo carbono pode ser incentivada. Uma produção agrícola que respeita a legislação ambiental, mas sobretudo colabora para a redução da emissão de gases de efeito estufa, ganhará mais destaque e será o benchmark para os demais. Como ganhar dinheiro com isso? De todas as maneiras possíveis, desde um consórcio com produção, com a gestão de ativos ambientais, com turismo, com a produção de mais culturas e até mesmo com os créditos de carbono.

Isso tudo vem de encontro com o planejamento e implementação de uma produção sustentável do ponto de vista ambiental, econômico e social. A produção sustentável é obrigatória para qualquer empreendimento agrícola atual, aliás, esse é um dos pilares da Fazenda 4.0 e com certeza será da sua também!

Quer entender mais, discutir ou sugerir? Nos escreva!

Deixe uma resposta