Condutividade Elétrica Aparente (CEa) do solo: o que é, como medir e para que serve?

0
880
Sensor de CEa

O que é?

A Condutividade Elétrica Aparente do solo, conhecida pela sigla CEa, é um parâmetro físico do solo que pode ser mensurado por diversos sensores e equipamentos. Sua origem se deu como uma medida de salinidade dos solos. Mas porque aparente? O fato é que todos os materiais, inclusive o solo, apresentam uma condutividade elétrica (CE) “real”. No caso do solo, a CE “real” é normalmente medida em laboratório e em solução aquosa. O termo aparente surge pelo fato de que, quando utilizamos sensores e equipamentos para mensurar a CE em condições de campo, a medida passa a ser aparente uma vez que diversos fatores estão influenciando, como umidade, mineralogia, conteúdo de argila, densidade do solo e etc.

Como medir?

Existem basicamente duas maneiras (princípios) de mensuração da CEa do solo, sendo por contato direto (CD) ou por indução eletromagnética (IEM). Como o próprio nome já diz, o princípio de mensuração por CD precisa que os eletrodos (ou discos) do equipamento entrem em contato com o solo para que a medida seja realizada. Já o princípio de IEM não precisa entrar em contato com o solo, sendo que bobinas realizam a medida por uma corrente eletromagnética.

Para ambos os princípios o conceito é simples. Uma corrente elétrica conhecida é injetada (no caso de CD) ou propagada (no caso de IEM) no solo, respectivamente, por eletrodos ou bobinas emissoras. Esta corrente elétrica conhecida trafega pelas partículas do solo e é posteriormente receptada por eletrodos ou bobinas receptoras, que estão espaçadas a certa distância das emissoras. Os diversos parâmetros do solo (umidade, densidade, porosidade, textura, matéria orgânica, etc.) é o que definirá a medida final da CEa. A sensibilidade de mensuração (profundidade do solo) irá depender da distância entre os eletrodos/bobinas emissoras e receptoras. Normalmente os equipamentos já possuem uma configuração de fábrica, sendo que as profundidades de mensuração são fornecidas no catálogo dos fabricantes.

Atualmente a maioria dos equipamentos disponíveis no mercado são importados, como o Veris-3100® da empresa Veris Technologies (Figura 1 – esquerda) e o EM38-MK2® da empresa Geonics Limited (Figura 1 – direita). Enquanto o Veris-3100® mensura a CEa por contato direto, o EM38-MK2® utiliza a IEM para realizar as medidas. Mais recentemente a Falker lançou o Terram®, um equipamento 100% nacional que mede a CEa do solo por contato direto.

 

Sensores de CEa do Solo

Para que serve?

Existem inúmeros aplicações da CEa na agricultura, sendo que sua maior aplicação se dá no mapeamento de inúmeras propriedades do solo. Entre as diversas aplicações existentes na literatura podemos destacar o mapeamento da salinidade do solo, conteúdo de argila, conteúdo de água, auxilio na amostragem de solo, definição de potencial produtivo do campo, definição de zonas de manejo e etc. No Brasil a adoção da CEa ainda é muito baixa nos campos de cultivo, mas com enorme potencial para auxiliar os produtores em um manejo localizado.

No setor sucroenergético, trabalhos recentes da nossa equipe de pesquisa mostraram que a CEa provou ser uma importante ferramenta para auxiliar na definição dos Ambientes de Produção de cana-de-açúcar. A figura 2 apresenta um mapa de CEa do solo mensurada por IEM, sendo possível visualizar locais com alta CEa (regiões verdes – maior conteúdo de argila) e com baixa CEa (regiões vermelhas – menor conteúdo de argila). Independente da aplicação, o fato é que a CEa tem se mostrado como uma medida eficaz, rápida e simples de mensurar os diversos parâmetros do solo, auxiliando no manejo dos campos de cultivo.

Mapa de CEa do Solo

 

Se achou interessante e quiser saber mais a respeito, me escreva!!!

Deixe uma resposta