Máquina adubadora em taxa variável

3
310

Imagem1

Você já ouviu falar na adubadora que faz aplicação de adubos sólido à taxa variável?

Há alguns anos atrás uma empresa nacional do setor agrícola inovou seu portifólio de máquinas e lançou uma adubadora de sólidos em linha automotriz para atender a demanda do setor agrícola, principalmente o canavieiro. A máquina quando utilizada para cultura da cana de açúcar é configurada com 10 linha para espaçamento de 1,50 m e pode ser ajustada também em plantio de linhas duplas de 1,50 x 0,90 m, método adotado em algumas usina de álcool e açúcar.

A outra configuração é a versão 15 linhas utilizada em culturas do algodão e cereais que possibilita uma largura de trabalho de 13,5 m. A vantagem deste tipo de equipamento em relação aos adubadores convencionais é que:

  • São máquinas automotrizes que elevam sua capacidade operacional em termos de velocidade de trabalho;
  • Possuem sistemas de transmissão hidrostática nas 4 rodas;
  • Possibilita aplicação em linha / localizado, diferentemente do aplicadores à lanço;

Além de tudo possui altíssima tecnologia embarcada que possibilita maior precisão na aplicação como:

  • Sistema de aplicação pneumática;
  • Controladores eletrônicos;
  • Sistema de calibração eletrônica;
  • Sistema guiado por satélite;

O maior diferencial fica por conta da taxa variável, através de mapas de fertilidade do solo ou mapas de produtividade dos talhões, georreferenciados, a serem adubados – o sistema eletrônico realiza sua leitura que permite a aplicação em taxas variáveis.

Uma pergunta, quem faz os mapas e como são gerados?

 Veja a resposta nos próximos dias.

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta