Planta daninha pós era dos transgênicos

0
879

Conheça a buva, uma planta daninha problemática pós era dos transgênicos.


A agricultura moderna, através da engenharia genética, trouxe grandes facilidades ao agricultor quanto ao controle de pragas incluindo insetos e plantas daninhas.

Plantas daninhas são problemáticos porque competem com a cultura por água, luz solar, espaço e nutrientes. Caso não sejam controlados no estágio inicial da cultura causam prejuízos produtivos na lavoura.

Herbicidas

Em meados do século XX surgiram os herbicidas que realizam o controle de plantas daninhas, com ação total (todo tipo de planta) ou de ação seletiva que controlam determinados tipos de plantas. Os herbicidas de ação seletiva são importantes para o controle de plantas daninhas que crescem junto com a cultura, sendo assim o produto químico deve ter ação somente nas plantas daninhas sem prejudicar a lavoura. O problema de grande parte dos herbicidas seletivos é porque não são muito eficientes em seu controle além de poder causar pequenos danos à cultura.

Um dos herbicidas mais eficientes de ação total descoberto até então são formulados a base de Glifosato, um herbicida tão eficiente que com pequenas doses do produto controlava-se alta gama de ervas daninhas.Este herbicida porém, não poderia ser aplicado em uma lavoura com cultura instalada pois causaria a morta tanto das plantas daninhas quanto da cultura.

Muito tempo de pesquisa e então surgiram os Organismos Geneticamente Modificados (OGM) plantas comerciais resistente ao Glifosato, vulgo transgênico, embora exista muita controvérsia a respeito do surgimento dos transgênicos nunca se falou tanto a partir de então. A partir deste momento o controle de plantas daninhas nunca foi tão simples, com o plantio dos geneticamente modificados, aplicava-se o glifosato matando as ervas daninhas deixando a cultura totalmente limpa para crescer e se desenvolver.

Buva

O problema quanto à utilização indiscriminada do glifosato seria iminente. Surgiriam plantas resistentes à este herbicida pelo processo de seleção natural, cujo indivíduo resistente se multiplicaria ano após ano.

Apresento-lhes a Buva, conhecido também como Voadeira, Rabo de Foguete e Arranha Gato, possui nome científico Conyza bonariensis, encontrado com freqüência nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. É uma planta que se reproduz por sementes que afetam tanto nas culturas de verão quanto de inverno prejudicando lavouras com plantio intensivo de trigo, milho e soja. Indivíduos com resistência ao glifosato tiveram suas sementes rapidamente dispersadas nas lavouras que tornou uma planta daninha de difícil controle pós era dos transgênicos.

DSC_0030

 Buva infestando lavoura de soja no Paraná

Controle e Manejo

Para o controle de infestação da Buva são necessários proceder boas práticas de manejo, algumas delas são:

  • Rotação de herbicidas, quanto ao mecanismo de ação;
  • Rotação de cultura;
  • Controle mecânico da planta daninha com plantio convencional ou arranquio manual e destruição do mesmo antes do cliclo reprodutivo;
  • Controle químico com herbicidas de diferentes mecanismos de ação de forma sequencial antes da produção de sementes;
  • Controle químico de plantas em fase inicial de desenvolvimento, plantas mais novas são mais suscetíveis aos herbicidas;
  • Plantas adultas com características visíveis de resistência devem ser arrancadas com campina manual ou mecanizada.

Consulte um especialista.

Deixe uma resposta