Os 5 mitos sobre a estimativa de produtividade de pastagens remoto

0
451
Monitoramento do desenvolvimento de plantas

Há uma grande expectativa, devido ao avanço tecnológico e computacional, o uso de imagens de satélite e a aplicação de dados gerados nas estações meteorológicas, na agricultura. Uma dessas aplicações é o monitoramento e a estimativa de produtividade das culturas de forma remota.

A verdade é que essas soluções não são Plug and Play, ou seja, necessitam ser trabalhados e calibrados para utilização, em cada condições específica em que se encontra a lavoura.

Como uma forma de propor um debate e esclarecer algumas dúvidas, elaborei os cinco crenças que eu acreditava, quando se tratava de estimativa de produtividade remoto aplicado à pastagens, antes de iniciar minhas pesquisas nessa área em 2017.

Então vamos lá:

  1. A estimativa de produtividade pode definir a disponibilidade alimento dos pastos?
  2. O modelo pode definir a estratégia de manejo de pastagens?
  3. As imagens de satélite são precisas o suficiente para a predição?
  4. Os drones são melhores para prever a produtividade pela geração de imagens de alta resolução?
  5. As medições no campo são mais precisas que o modelo?

Assista, curta, comente e marque um amigo para ver esse vídeo.

Concorda, discorda, quer entender um pouco mais sobre essa tecnologia? Entre em contato comigo!

Deixe uma resposta