Entenda o que é o CAR (Cadastro Ambiental Rural) em 3 frases

7
438

logo_g

 

Independente da área que você atua dentro do agronegócio, com certeza já deve ter ouvido falar no CAR. Mas o que é realmente esse cadastro? Ele vai influenciar sua vida profissional? Tentamos sintetizar aqui em três frases o que o CAR vai fazer para que você entenda sem ter de ler milhões de fontes diferentes. São elas:

1- É um registro eletrônico;


shp256

Como o problema cartorário no Brasil até hoje não foi solucionado, ou seja, não existe uma base única e digital e até então é permitido o registro de obrigações ambientais em cartório, o CAR surgiu como uma iniciativa paralela para resolver esse problema. A intenção é digitalizar as propriedades com rios, topos de morro, escarpas e etc a fim de o país ter uma base de suas propriedades e suas características. Esse processo será retificado através de imagens de satélite de alta resolução.

2- Visa integrar toda a base ambiental no que tange propriedades rurais;

04_06_22_tecnologia_Amazonia

Não existe nenhuma base nacional de propriedades rurais e obrigações ambientais. Desta forma o CAR pretende montar essa base de maneira “colaborativa”. Isso é feito obrigando-se o produtor a cadastrar sua propriedade em um sistema (SISCAR) que unirá todas as informações estaduais e assim criando uma base nacional de dados ambientais.

3- Tem a intenção de monitorar os produtores para que respeitem o código florestal.

1314

 

A grande intenção de criar esses registros é fazer com que as legislações ambientais sejam cumpridas. O código florestal que traz consigo o CAR. Com esse cadastro os produtores que estão com passivo ambiental terão de aderir ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) do seu estado para poder estar regularizado.

Esse cadastro traz alguns problemas como supor que os pequenos produtores tenham familiaridade com imagens de satélite e formatos de arquivos espaciais digitais (shapefiles). O que o CAR vai gerar de problemas e soluções será visto nos próximos meses.

7 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta