4 coisas que você precisa saber se quiser usar imagens de satélite

0
140

Se você já pensou em usar imagens de satélite com certeza deparou-se com essas perguntas:

  • Qual a resolução espacial?
  • Qual a resolução espectral?
  • Qual a resolução temporal?
  • Qual a resolução radiométrica?

Essas são as características básicas que diferenciam imagens de satélite. Cada uso exigirá coisas diferentes e consequentemente existirá uma imagem melhor para cada um deles.

No mundo agro temos diversas necessidades diferentes, por exemplo:

Um grande pecuarista precisa monitorar suas pastagens para identificar qual o período ideal para a rotação das áreas. Ao mesmo tempo ele gostaria de identificar todos seus animais em campo a cada seis meses e também controlar as áreas de APP e reserva legal para certificar-se que está seguindo a lei ambiental.

Neste caso para cada uma dessas necessidades vai ter uma imagem que encaixa melhor. Irei explicar como identificar isso respondendo as perguntas do começo do post:

O que é resolução espacial?

A resolução espacial, ou popularmente traduzida por “tamanho do pixel”, é a unidade mínima que o sensor é capaz de captar para a imagem. Os satélites atuais possuem resolução espacial que variam de alguns centímetros até alguns quilômetros. As resoluções de centímetros são utilizadas para monitorar alvos pequenos. No caso do problema do pecuarista seriam indicadas imagens com alta resolução espacial (pixel < 1m) para monitorar o gado no campo.

O que é resolução espectral?

A resolução espectral quer dizer quantas faixas do espectro de luz o sensor é capaz de captar. Quanto maior for a resolução, maior será o número de bandas e assim será possível verificar mais variáveis que não aquelas que estão presentes na faixa do visível, ou seja, a que enxergamos. As imagens mais conhecidas hoje em dia (as que estão no Google Maps) tem apenas três bandas (vermelho, verde e azul), porém para monitorar vegetação é necessário ter algumas outras bandas da faixa do infravermelho. Mais uma vez no caso do pecuarista seria necessária uma imagem que tivesse as bandas do infravermelho próximo e médio para analisar a condição das pastagens. Essas bandas conseguem traduzir vitalidade das plantas e estresse hídrico.

O que é resolução temporal?

Resolução temporal é o tempo necessário para que o satélite volte a imagear exatamente a mesma região do globo. Imagear todos os dias a mesma região do globo é essencial para monitoramentos. Geralmente os satélites levam de 24 horas  a quase um mês para imagear a mesma área. No caso do pecuarista ele apenas irá precisar de alta resolução temporal (imageamento diário) para monitorar a condição das pastagens e ter como programar para onde o rebanho será levado.

O que é alta resolução radiométrica?

A resolução radiométrica diz respeito ao formato que o sensor salva a imagem digitalmente. O número de bits de cada pixel da matriz (imagem) é responsável por uma maior diferenciação de alvos. Uma resolução usual é a de 8 bits. Desta forma existirão 2^8 diferenciações por pixel, ou seja, o valor irá varia de 0 a 255 tons. Alta resolução radiométrica traz uma maior “nitidez” à imagem. No caso agrícola e do pecuarista com uma maior resolução radiométrica seria possível identificar maior variabilidade de crescimento de plantas em pequenas unidades ( talhões ou piquetes).

 

Sabendo responder essas 4 perguntas você estará pronto para identificar qual é a melhor imagem para você. Ainda precisa de ajuda? Me escreva!

Deixe uma resposta