Criando conexões no agronegócio

0
144

Você talvez não tenha se dado conta mas está criando conexões no agronegócio?

No mundo cada vez mais digital as relações humanas estão espremidas a meios de comunicação indiretos (telefonemas, conferências, aplicativos) mas será que isso impede de a criação de conexões no agro?

Criar conexões está além de adicionar a pessoa no LinkedIn, Instagram ou Facebook. Criar conexão é ter um vínculo que gere interesse em ambas as partes. Em uma balada quando se está solteiro(a) procura-se alguém interessante, começa-se a conversa e para que algo aconteça ambos tem que mostrar interesse e esse interesse ser correspondido.

Muitas vezes temos muitos contatos porém quase nenhuma conexão. No agro isso é ainda mais difícil. Não é trivial termos contatos estando longe de pessoas e cultivar as conexões para que elas sejam duradoras é uma tarefa árdua. Para isso vale testar um ciclo para criar e manter as conexões:

Conectar – Gerar interesse – Doar – Reativar

Conectar é encontrar e fazer o primeiro contato seja por qual meio for. Na sequência gere o interesse, mostre como e de que forma você pode colaborar na interação. Na sequência o que gerou mais interesse você tem que doar (seja seu tempo, sua expertise ou simplesmente ouvir). Após esse ciclo é necessário periodicamente reativar essa conexão. Reative sempre, não somente quando você precisa de algo.

Dessa forma você conseguirá criar as conexões de maneira eficiente, não precisa ter 1 milhão de contatos mas terá as melhores conexões que podem te conectar com 1 milhão de outras conexões.

Gostou desse conteúdo? Leve ele para sua vida profissional.

Deixe uma resposta