O verão e o risco de incêndios em armazéns

0
246

E o verão chegou! Sol e calor, todos a fim de desfrutar de uma praia e rezando para não chover. Todo mundo feliz, certo? ERRADO!

As previsões de forte calor e baixa umidade não preocupam apenas os produtores rurais, mas nós, players da logística agro industrial. O pó produzido pela fragmentação de produtos como soja, milho e açúcar são ALTAMENTE EXPLOSIVOS. Com a umidade baixa, reduz-se a energia para iniciar uma combustão. Além disso, o particulado tem maior capacidade de permanecer suspenso, aumentando a área de produto exposta ao oxigênio.

Quando armazenados à granel, estes produtos passam por uma série de equipamentos rotativos, acionados por motores elétricos. O que isso significa? Focos de calor e risco de produção de fagulhas. Um prato cheio para incêndios e explosões.

Uma medida tomada por algumas empresas é interromper suas atividades quando observadas determinadas temperatura, umidade relativa do ar, ou uma combinação de valores destas. Outra ação importante é manter os equipamentos limpos, pois a sujeira aderida prejudica as trocas térmicas e consequentemente o resfriamento de motores e rolamentos. Por fim, fornecer treinamento e equipamentos adequados para combate a incêndios minimiza os impactos financeiros, ambientais e humanos.

E evolução da logística não é só transportar mais, ou mais rápido, mas com mais segurança.

Deixe uma resposta