Pulverização paralela ou perpendicular à linha de plantio?

0
169

Qual o melhor  direção /sentido de pulverização em relação à linha de plantio?

Em uma operação de pulverização em área total de grandes culturas como soja, milho e trigo é inevitável o seu pisoteio causando pequenos danos na lavoura.

Com certeza você que faz parte do ramo agro já ouviu falar que o melhor sentido de pulverização é cruzando a cultura perpendicularmente e que é a forma que causa o menor percentual de pisoteio, mas será que isso é verdade?

Vamos quebrar alguns paradigmas!!!

Provaremos matematicamente que não é bem assim, para tanto partiremos do pressuposto de um plantio em linhas regulares e perfeitamente alinhadas, vejamos a seguinte figura para melhor ilustrarmos:Imagem1

Vamos supor agora que as linhas horizontais são linhas de plantio de uma cultura com espaçamento de “x” entre linhas e largura de do pneu “y” então vamos calcular a relação entre unidade linear pisoteada por área percorrida ilustrada nas áreas destacadas da ilustração acima:

  • 1º caso:
    •  Área transitada (pisoteada) = x*y
    • Comprimento de cultura pisoteada = y
  • 2º caso
    • Área transitada (pisoteada) =(x*z ) = x*(y/sen(β))
    • Comprimento de cultura pisoteada = (z) = y/sen(β)

Portando a relação de unidade de metro pisoteada por área percorrida será de (1/y) metros por metro².

Vamos aos números:

  • Espaçamento entre culturas 0,6 m;
  • Largura do pneu 0,5 m;
  • Ângulos:
    • 90º
    • 45º
    • 30º

Ângulo de 90º

Área de pisoteio = x*y = 0,6 *0,5 = 0,3 m²;

Linha pisoteada = 0,5 m;

Relação = 0,5/0,3 = 1,67 m/m²;

Ângulo de 45º

Área de pisoteio = x*z = 0,6 *(0,5/sen(45)) ≅ 0,42 m²;

Linha pisoteada = z =(0,5/sen(45)) ≅ 0,71 m;

Relação = 1,67 m/m²;

Ângulo de 30º

Área de pisoteio = x*z = 0,6 *(0,5/sen(30)) = 0,6 m²;

Linha pisoteada = z =(0,5/sen(30)) = 1 m;

Relação = 1,67 m/m²;

Portanto não importa a direção e sentido em que o pulverizador faça o seu trabalho, a relação de pisoteio sempre será o mesmo, lembrando as condições salientadas neste texto, para pulverização no mesmo sentido de plantio as condições devem ser verificadas em relação às bitolas e largura dos pneu de trato/pulverizador, em condições práticas ângulos muito fechados (próximos à zero) não são recomendados para áreas pequenas ou  com plantio realizados em curvas por que o talhão pode ser tão curto que o pulverizador pode não cruzar as linhas de plantio pisoteando-as  excessivamente. Vale lembrar ainda que o plantio realizado com piloto automático têm aumentado no Brasil realizando plantio perfeitamente alinhadas.

Pulverização à 90º (perpendicular) em relação às linhas de plantio pode trazer a desvantagem em relação ao número de manobras uma vez que o plantio normalmente são realizadas no sentido mais longo do talhão, salvo em condições topográficas adversas. Portanto se o plantio for realizado em área retangular no sentido mais comprido, então a pulverização será realizado no sentido menor aumentando a quantidade de manobras, então fique tranquilo se você resolver pulverizar diagonalmente pensando em melhoria no rendimento operacional.

Matematicamente falando, não existe diferença em relação ao pisoteio variando o sentido de pulverização, porém cada condição de campo são diferentes uma das outras em relação à topografia, curva de nível e formato do talhão então ,agricultor, utilize o bom senso, não existe alguém mais do que você que conheça sua própria área.

Você concorda? Escreva-nos.

DSC_0299

Deixe uma resposta